Arkanoid, Steve Jobs e a arte de quebrar blocos

há 2 anos

Descubra a história, a evolução e todas as variedades de Arkanoid.

Você se lembra daquelas tardes quebrando blocos com Arkanoid? Sabia que Steve Jobs tem algo a ver com este videogame? Descubra a história, a evolução e todas as variedades modernas do jogo que marcou a infância das crianças dos anos 80 e 90.

Todos nós alguma vez jogamos Arkanoid, jogo em que você deveria destruir uma parte de blocos na parte superior da tela com uma bolinha que caía na plataforma que se movia e deveria ser controlada. Essa plataforma era a nave espacial Vaus que se desligou da sua nave mãe Arkanoid depois de que ela foi destruída, e tinha como objetivo vencer o vilão espacial Doh passando antes pelas diferentes telas que iam aumentando o nível de dificuldade. Você se lembra, não é mesmo? Um verdadeiro clássico árcade! Mas, com certeza você não sabe que Arlanoid foi baseado em um jogo anterior criado pelos ‘pais’ da Apple? Isso mesmo, as mentes prodigiosas de Steve Jobs eSteve Wozniak estão por trás desta simples e exitosa ideia, no entanto sua versão do jogo não foi a que criou milhões de jogadores pelo mundo.



Foi a empresa japonesa Taito que desenvolveu e comercializou Arkanoid em 1986 e conseguiu popularizá-lo. Por isso no mesmo ano de sua saída ao mercado ganhou a medalha de prata dos Gamest Awrdas no Japão por ser um dos 4 melhores jogos da época. Devido ao seu êxito foi lançado 5 sequências do mesmo jogo. No entanto, Arkanoid é uma versão melhorada da criação de Jobs e Wozniak: Breakout.

Dez anos antes de Arkanoid, o fundador e o co fundador da empresa que nos proporcionou o iPhone, o iPod e o iPad foram contratados por Atari para desenvolver e dar vida a este jogo idealizado por Nolan Bushnell e Steve Bristow. Breakout foi inspirado no clássico jogo Pong. Aquele que simulava uma partida de ping-pong, o primeiro a ser comercializado de forma massiva e também uma obra de Bushnell para Atari. Breakout pretendia ser a sua versão melhoras e apenas para um jogador. E efetivamente conseguiu, mas não foi aperfeiçoado suficientemente para triunfar. Ou pelo menos não tanto como Arkanoid.



O jogo de Taito integrou novidades e melhoras que fizeram com que ele tivesse mais êxito e que tornou-se referência. A nave Vaus podia conseguir power ups ao capturar pedaços de blocos destruídos, e por isso havia mais possibilidades ao jogador e aportava originalidade. Além disso, havia uma história ambiente concreta e um objetivo fixo: acabar com Doh. Com certeza isso fez com que os usuários aderissem ao jogo com mais facilidade.

Com os anos, Arkanoid foi evoluindo e a simples ideia de derrubar blocos foi crescendo e evoluindo. Foram feitas mil versões e jogos inspirados neste conceito. Um conceito muito simples, mas muito forte. Entre os jogos inspirados no clássico árcade está o nosso Sweet Crusher. A ideia é a mesma; você deve derrubar os blocos, mas desta você não está no espaço e não são blocos comuns. São comestíveis! Divirta-se destruindo os doces e desfrute da tela cheia de cor e açúcar.

Artigo escrito por Paula Gil Alonso.

 

Comentários

O que você acha deste jogo? Você é o melhor?